Lançado novo trecho da websérie "O Povo Pode"

Produção será finalizada com financiamento coletivo

por Redação | 23/04/2018 - 11h

O prof. Luiz Augusto de Paula Souza (Tuto) acaba de publicar um texto no Diário do Centro do Mundo sobre o novo teaser do filme O Povo Pode, documentário sobre a caravana de Lula no Nordeste. Para ser finalizado, o trabalho depende de financiamento coletivo. Leia abaixo o texto na íntegra e assista ao teaser.

 

VÍDEO: o novo capítulo da série “O Povo Pode”, documentário sobre a caravana de Lula no NE

Por Luiz Augusto de Paula Souza (Tuto) e Isabela Chedid

A história de resistência em Brasília Teimosa é o episódio dessa semana da websérie O Povo Pode. Trata-se de um registro incrível de resistência popular; resistência como criação de direitos, de dignidade, de cidadania.

Uma história que começou há mais de 60 anos, em Recife, Pernambuco, com a persistência de famílias de pescadores e trabalhadores informais, sem-teto, que ocuparam uma área à beira-mar, no extremo sul da praia de Boa Viagem. As palafitas eram construídas pelo povo à noite e derrubadas de dia, a mando do governo estadual do período e em função dos interesses da especulação imobiliária na área mais valorizada da cidade. A cada dia o trabalho na ocupação recomeçava.

“Daqui não saio, daqui ninguém me tira”, a resistência dura até hoje e transformou Brasília Teimosa em bairro urbanizado e exemplo de luta popular emancipatória. Aliás, o nome do bairro é uma homenagem à Brasília capital federal, pois ambas começaram a ser construídas na mesma época, com o detalhe de que a Brasília do povo precisou teimar para, até agora, vencer a sanha da especulação imobiliária.

Brasília Teimosa segue na luta em comunidade, na luta que produz comunidade, esperança e futuro. Inspiração para os dias de hoje no Brasil, que precisa muito encontrar caminhos para resistir e criar alternativas ao golpe de 2016 e aos inúmeros retrocessos que ele já produziu e aos que prenuncia.

Inspiração para, apesar de diferenças e divergências, produzir unidade no campo democrático, a partir de uma frente ampla de movimentos, partidos, organizações e segmentos sociais progressistas capazes de somar forças para resistir ao neoliberalismo econômico e ao fascismo político, social e judicial, e para criar um novo projeto de país-nação pelo qual valha a pena continuar lutando, sempre.

PARA PESQUISAR, DIGITE ABAIXO E TECLE ENTER.