Mídia contra hegemônica ganha debate internacional no Tucarena

Evento é aberto a toda a comunidade

por Redação | 29/08/2017 - 12h

Os desafios que se colocam à mídia contra hegemônica na América Latina serão tema de debate em evento internacional, no Tucarena, dia 12/9. Promovido pela PUC-SP, Fundação Friedrich Ebert e com apoio da Caros Amigos, o evento pretende abordar os papéis e os sentidos da mídia contra hegemônica nesta região, suas singulares e convergências.

Participam Carmen Lira Saade (diretora do Jornal La Jornada, México), Lucas Silva (diretor do Jornal La Diaria, Uruguai), Óscar Castilla (diretor do Jornal Ojo Público, Peru), Altamiro Borges (presidente do Centro de Estudos de Mídia Alternativa “Barão de Itararé”, Brasil) e José Arbex Junior (prof. de Jornalismo da PUC-SP e colaborador da Revista Caros Amigos).

“Vivemos tempos difíceis para a democracia na região. Mesmo durante o ciclo de governos progressistas, a mídia hegemônica seguiu nas mãos de grandes monopólios os quais apoiaram governos autoritários em seus países”, afirmam os organizadores do debate. “De outro lado, as transformações informacionais, sobretudo a partir da web, agregam questões e circunstâncias inéditas que, simultaneamente, desafiam e criam oportunidades à mídia jornalística”, ressaltam.

Para participar do evento Mídia Contra Hegemônica na América Latina não é necessário fazer inscrição prévia. O debate será realizado das 19 às 22h e o endereço do Tucarena é rua Bartira, s/nº, esquina com a Rua Monte Alegre, em Perdizes.

 

“O jornalismo é uma ameaça ou uma contribuição à democracia? Essa é a questão que, no fundo, nós vamos debater”  - José Arbex Junior

 

PARA PESQUISAR, DIGITE ABAIXO E TECLE ENTER.