PUC-SP sedia lançamento da Carta da Conferência dos movimentos negros do Afropresença sobre educação e trabalho

Documento é resultado da Conferência dos movimentos negros realizada no âmbito do evento "Afropresença: empregabilidade de jovens negras e negros universitárias(os)", realizado em 2021

por Redação | 22/11/2022 - 00h

Por profª Mônica de Melo e profº Pedro Aguerre (Pró-CRC)

Em sintonia com as atividades da "Semana da consciência Negra - 10 Anos da Lei de Cotas no Brasil: Caminhos para o Enegrecimento da PUC-SP", a ser realizada nos dias 23 e 25/11, a Pro Reitoria de Cultura e Relações comunitárias (Pró-CRC) promove, às 16h, do dia 23/11, na sala P-65, o lançamento da Carta da Conferência dos Movimentos Negros sobre educação e trabalho

A Carta é o resultado da Conferência dos movimentos negros realizada no âmbito do evento Afropresença: empregabilidade de jovens negras e negros universitárias(os), em setembro de 2021, e será encaminhada ao Sistema ONU e ao Congresso Nacional, visando incidir na discussão pública sobre a continuidade e aprimoramento da Lei de Cotas e demais mecanismos e instrumentos institucionais de promoção da equidade nos âmbitos da educação e o trabalho.

O Afropresença é uma iniciativa do MPT – Ministério Público do Trabalho (https://afropresenca.com.br/) , que realiza o evento com a colaboração de coordenações acadêmica, que a PUC-SP integra, dos movimentos negros, das empresas de RH e dos organismos internacionais. A coordenação dos Movimentos Negros do Afropresença reúne MNU, Uneafro, Unegro, Educafro e Geledés.

Esta ação contou com a parceria do Curso de Letras: Tradução Inglês/Português-Bacharelado da PUC-SP, por meio  das estudantes Julia Stolear Kilimnick e Rita Barbiellini Sáfadi. Elas cursam as disciplinas “Língua Inglesa: Direitos Humanos e Narrativas” ministrada pela professora Vera Cabrera Duarte e “Tradução de textos de Ciencias Humanas e Direitos Humanos”, ministrada pela profa. Victoria  Claire Weischtord. As docentes coordenaram o processo pedagógico de preparação da tradução da Carta. No evento as alunas oferecerão aos participantes outros materiais traduzidos relativos ao desafio do respeito integral aos direitos humanos.

 

 

PARA PESQUISAR, DIGITE ABAIXO E TECLE ENTER.