Reitora participa de reunião do campus Sorocaba

por Redação | 01/03/2019 - 00h

A reitora da PUC-SP, professora Maria Amalia Pie Abib Andery, participou na manhã desta quinta-feira (28), da reunião extraordinária do Conselho da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde, campus Sorocaba. Ela esteve acompanhada do vice-reitor, professor Fernando Almeida, e das pró-reitoras Alexandra Fogli Serpa Geraldini e Márcia Flaire Pedroza.

O encontro durou cerca de duas horas, aconteceu no anfiteatro “Professor-doutor Hudson Hübner França”, com a presença do diretor da faculdade, professor Luiz Sampaio, coordenadores, docentes e alunos dos cursos de Medicina e Enfermagem e do superintendente do Hospital Santa Lucinda.

A professora Maria Amalia iniciou explicando sobre os encontros que realiza junto às diversas faculdades e que tem como finalidade tratar de questões importantes para a unidade, assim como destacar outras que são pertinentes à Universidade e estão no horizonte da reitoria.

Dentre os pontos abordados por ela no encontro em Sorocaba, estavam o planejamento acadêmico e orçamentário deste ano, que já foi aprovado; o número de inscritos no último vestibular da Medicina; o empenho e o interesse da Universidade em manter os convênios e as parcerias em vigor na área de saúde; a mudança no estatuto, com expectativa que deverá ser aprovada pelo Vaticano nos próximos meses e, consequentemente, no regimento e nos regulamentos de cada unidade; a necessidade de aumentar as quantidade de pesquisas produzidas; os estudos para a criação de mais dois editais para fomento à pesquisa, um de apoio à produção técnica e o outro temático, entre outros.

Sobre a renovação do convênio que o Hospital Santa Lucinda tem com a Prefeitura de Sorocaba, Maria Amalia disse estar confiante na renovação e se colocou à disposição para colaborar no que for necessário.

Na sequência, a reitora respondeu diversas perguntas formuladas por alunos e professores. No encerramento, o professor Fernando Almeida classificou a reunião como emblemática. O diretor da faculdade, professor Luiz Sampaio, disse não se lembrar da vinda de um reitor ao campus sem que houvesse uma crise pontual. “Isso reflete o bom relacionamento e a ajuda da Reitoria e das Pró-Reitorias, cujo apoio tem sido essencial para podermos caminhar como estamos caminhando”, finalizou.

PARA PESQUISAR, DIGITE ABAIXO E TECLE ENTER.