Fundasp recebe quadro que homenageia o Cardeal Motta, primeiro Grão-Chanceler da PUC-SP

Cardeal foi fundador e um dos principais idealizadores da Universidade

por Mara Fagundes | 23/08/2021 - 00h

"Um cardeal que amava a PUC-SP". É assim que Rodrigo Guimarães Motta define seu primo, Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta, o cardeal que foi fundador e um dos principais idealizadores da Universidade. No último dia 23/8, Rodrigo entregou à Fundação São Paulo (Fundasp) a releitura contemporânea de um quadro que homenageou o cardeal e que pertence à sua família. A obra foi recebida pelo secretário-executivo da Fundasp, padre José Rodolpho Perazzolo, no último dia 23/8.

Ex-aluno do Pós em Administração, Rodrigo conta que boa parte de sua família foi influenciada pelo cardeal Motta para estudar na PUC-SP e que por isso considerou a entrega do quadro uma forma de homenageá-lo. “Lembro de ouvi-lo falar da importância da Universidade para a educação do Brasil e de nos incentivar a trilhar um caminho de estudos e pesquisas na Instituição", afirma.

O quadro original pertencia ao tio de Rodrigo, que foi secretário do cartdeal e faleceu em 1975. "A obra acabou ficando com meu pai. Pedi para um amigo que é artista plástico, Fabio Imamura, fazer uma releitura contemporânea e ela está comigo desde 2018. Quando refleti sobre toda a história de minha família, cheguei à conclusão de que não haveria melhor forma de homenageá-lo do que se o quadro estivesse na PUC-SP, um lugar que ele amava com muita intensidade. Meu pai fez mestrado e doutorado e seu irmão mais novo também foi aluno. Anos depois, minha esposa fez a graduação em Administração e, atualmente, cursa o mestrado em Comunicação e Semiótica. Meu irmão, Alfredo Guimarães Motta, e eu (na foto à esquerda, Alfredo, professor Francisco Serralvo e Rodrigo) fizemos o mestrado em Administração e eu ainda conclui também o doutorado; meus primos também são puquianos. Ele queria que os familiares tivessem uma educação de excelência na Pontifícia”.

Falecido, em 1982, Dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta foi o terceiro Arcebispo de São Paulo e primeiro cardeal. Participou de dois Conclaves: do Papa João XXIII e do Papa Paulo VI. Foi também o primeiro Arcebispo de Aparecida e um dos fundadores da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Arcebispo de São Paulo por 20 anos, cardeal Motta criou mais de 100 paróquias.

Para Rodrigo Motta, o primo foi uma grande referência. “Meu pai Ivan Guimarães Motta (na foto, à direita) era muito próximo do cardeal, que foi quem inclusive celebrou o casamento dele com a minha mãe, em 1967. Quando eu era jovem, e em especial quando meu tio, que era seu secretário, ainda estava vivo, meu pai me levava junto com o meu irmão para visitar o cardeal no palácio na Lapa. Me causava profunda impressão ver aquele senhor de imensa dignidade, seriedade e muito afetuoso. Ele foi uma grande inspiração e referência para gerações de nossa família”.

 

PARA PESQUISAR, DIGITE ABAIXO E TECLE ENTER.