Posse da nova ouvidora da Fundação São Paulo

Mandato de Irmã Valdete Contin será de um ano, com possibilidade de recondução por mais um ano.

por Redação | 15/08/2018 - 00h

A Assessora Especial da Fundação São Paulo, Irmã Valdete Contin, tomou posse nesta quarta-feira (15/8) como ouvidora da Fundação São Paulo. A Ouvidoria da Fundasp foi criada em agosto de 2014 com o objetivo de atender às recomendações da Lei Anticorrupção (12.846/2013), que incentiva a criação de mecanismos de comunicação e controle em entidades que possuem contratos com a Administração Pública. No site da mantenedora, ao registrar a queixa, o denunciante pode pedir sigilo, para que somente a Ouvidoria tenha acesso aos seus dados, ou ainda fazer uma denúncia anônima, sem a necessidade de identificação. "Nosso objetivo é sempre melhorar os serviços prestados e tornar a atuação da Fundação São Paulo ainda mais transparente", ressaltou o secretário executivo da Fundasp, padre Rodolpho Perazzolo.

Com larga experiência em atender a comunidade, a religiosa da Congregação de Nossa Senhora - Cônegas de Santo Agostinho se sente prestigiada com a nova missão. "Agradeço pelo convite para ser ouvidora. Será uma continuidade daquilo que já faço com tanto amor e dedicação ao longo destes anos na PUC-SP".

A ouvidoria da Fundação São Paulo também inaugurou novas instalações, agora localizadas no sexto andar do prédio. O mandato é de um ano, com a possibilidade de recondução por mais um ano. Para registrar uma reclamação ou denúncia na Ouvidoria da Fundação São Paulo, basta acessar o site: www.pucsp.br/fundasp/ouvidoria. Em caso de dúvidas, entre em contato no telefone (11) 3670-3355.

Além do cargo de ouvidora, irmã Valdete permanecerá na função de assessora especial da Fundasp, atendendo alunos, professores e funcionários que sintam a necessidade de partilhar assuntos de cunho pessoal e que tenham, em contrapartida, a garantia do sigilo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

PARA PESQUISAR, DIGITE ABAIXO E TECLE ENTER.