Curso aborda estratégias políticas e midiáticas das eleições 2018

Disputa presidencial é considerada pelos organizadores como a mais polêmica da Nova República

por Redação | 23/11/2018 - 00h

Dia 8/12, das 9 às 18h, será realizado o curso Eleições 2018: a disputa presidencial mais polêmica da Nova República. Coordenada pelo prof. Alberto Luiz Schneider (Depto. de História), a atividade é voltado ao público em geral, interessado em refletir sobre a mais recente eleição presidencial brasileira.

“Às vésperas da eleição, os meios tradicionais de se fazer campanha, como a propaganda eleitoral em rádio e TV, já demonstravam pouco resultado diante de um eleitorado cada vez mais conectado em outras linguagens. O candidato com maior tempo de exposição nessas mídias, por exemplo, terminou o primeiro turno na quarta colocação. Já o que detinha uma das menores inserções na propaganda eleitoral alcançou o segundo turno na dianteira do páreo, com expressiva vantagem sobre os adversários. Para entender essa eleição e o seu resultado, é determinante analisar as estratégias dos presidenciáveis, o papel da grande imprensa e dos veículos alternativos de comunicação, os resultados numéricos das urnas, além do uso intenso das redes sociais e a maneira como o eleitor se comportou durante todo o processo eleitoral”, afirmam os organizadores.

 Além do coordenador, o curso terá a participação dos docentes abaixo:  

•         Caio do Valle Souza. Jornalista, historiador e professor de Atualidades em escola da rede privada da Grande São Paulo

•         Esther Solano. Socióloga e professora do curso de Relações Internacionais da UNIFESP

•         Haroldo Ceravolo Sereza. Jornalista, crítico literário e sócio-editor da Alameda editorial

•         Pedro Fassoni Arruda. Cientista político e professor do curso de Ciências Sociais da PUC-SP

Mais informações pelo telefone (11) 3124-9600.

PARA PESQUISAR, DIGITE ABAIXO E TECLE ENTER.